Google
 

30.11.07

"Vem vindo alguém. Comporte-se como um gato!"

Candidatos ao Oscar de melhor ator em 2008...

Marcadores: ,

No que toca à sutileza...

É tocante ver a sutileza que nossos companheiros patrícios d´além-mar tratam os mais diversos assuntos na publicidade. Sutileza, delicadeza, eufemismos, termos escolhidos à fina pinça, tudo para que suas peças comuniquem com bom gosto, sem chocar nem ofender quem quer que seja.

Como no exemplo abaixo:




Marcadores: ,

A culpa é do estagiário

O cenário da televisão brasileira está mudando. O SBT do todo carismático Silvio Santos está sendo passado para trás. Boa parte dessa culpa - além, é claro, dos investimentos maciços feitos pela Rede Record e que já a fizeram assumir o 2º lugar no ranking das emissoras - se deve ao próprio canal. O SBT está obsoleto! A grade de programação é mal estruturada, as atrações são meras releituras de programas do passado, os apresentadores caíram na mesmice e até mesmo as novidades já chegam sem nada de "novo" para mostrar.

E mesmo diante deste cenário, a produção do programa da Hebe (um dos carros-chefes da emissora - viu do que eu estou falando? A Hebe, com seu jeito setentista de fazer TV, é um marco que sustenta o canal! Dá pra crer?) consegue piorar as coisas: as novas vinhetas do programa agora trazem semanalmente a "Hebinha", uma representação virtual da apresentadora, em situações relacionadas à temática de cada programa.

Essa, com certeza, é uma das "inovações" mais bizarras do canal de Senor Abravanel. Não só pela concepção da ação, mas também por sua execução, que deixa muito a desejar.

Confira.


Hebinha jogando capoeira. (Qual o sentido dessa vinheta? Não faço a menor idéia...)


Hebinha são-paulina. (Alguém quer comentar?)



COMENTÁRIOS:

* A produção do programa tem pretensões de transformar a Hebinha em uma boneca de verdade. Será que eles realmente acham a idéia interessante?

* É fácil notar que a Hebinha não se assemelha em absoluto com a original. O fato curioso é que, por outro lado, a apresentadora tem sim um traço que a deixa com a cara da boneca virtual: o rosto amorfo e inexpressivo, liso, incompatível com alguém que ostente tantas primaveras, repuxado por inúmeras plásticas.

* Apesar de todos termos nos emocionado com o filme "Cocoon", não causa certa estranheza vermos a representação de uma senhora de seus 70 e tantos anos girando e pulando como se fosse uma moça de 20?

* Quem executou o projeto poderia ao menos ter se esforçado só um pouquinho para, no mínimo, fazer com que a interação da personagem com o fundo não parecesse tão artificial.

* Será que o pessoal do programa está realmente satisfeito com o resultado final?

* Os dois estagiários - o da criação e o da aprovação - devem estar exultantes com seu trabalho. Decerto até já lhe reservaram lugar de destaque em seus portfólios.

* Neste caso, está mais do que claro de quem é a culpa, não?

Marcadores:

Live Colors

Um balé de cores...



video


* Dica da Dani, que devaneou.

Marcadores: ,

29.11.07

Verb no Clube de Criação

E o Verberróide chegou ao Clube de Criação de São Paulo.
Agora o site já faz parte da lista dos endereços logados na sessão "Blogolândia".

Dica: a citação está lá embaixo, quase no fim da página.

Marcadores:

Quinta em quadrinhos

As piadas mais simples sempre são as melhores!!!

Por Raphael Salimena

Marcadores: ,

Brasileiro com Orgulho - parte 3

A descoberta da reserva petrolífera Tupi, na orla da cidade de Santos, acena com a possibilidade de elevar o Brasil ao posto de potência energético mundial num futuro de médio-longo prazo.


Nessa exata conjuntura, os olhos de todo o mundo se voltam para esse país continente. Vale a pena ver o que dizem por aí:


* Na Argentina, o jornal La Nacion noticia em sua edição do último dia 18. O título diz tudo: "Brail dá um grande salto: como se converteu em potência". Como bom brasileiro que sou, não podendo ficar à parte da infinita rixa existente entre nós e os tipos que moram além da fronteira, sou obrigado a ressaltar a alegria e o orgulho sentidos ao ler, numa publicação hermana, o trecho a seguir: "...no sólo nos ganan al fútbol, tienen las playas más lindas y disfrutan del carnaval mientras nosotros lloramos con el tango; no sólo son el interlocutor latinoamericano que eligen las potencias mundiales y hasta podrían alcanzar un asiento en el Consejo de Seguridad de la ONU, ¡ahora hasta podrían ser una potencia petrolera!".

* Na Europa, as atenções também se voltam para esse gigante que, ao que parece, finalmente está acordando. O espanhol El País põe o Brasil como líder na América Latina.


* Até mesmo o "centro do mundo" comenta. No estadounidense The New York Times, a tônica é o conservadorismo que lhes é peculiar. Ainda assim, não escondem o reconhecimento de que o Brasil vem com forças para se tornar peça importante no cenário mundial.


Diante deste novo cenário, só nos resta torcer e fazer a nossa parte para que, da mesma forma que aconteceu na economia, no campo social o Brasil possa se tornar líder, exemplo de dignidade e respeito para com seu povo.

Marcadores:

Brasileiro com Orgulho - parte 2

Talvez o que falte para o Brasil seja poder contar com a força de todo o seu povo. É certo que os exemplos que nos chegam todos os dias apontam para uma "involução social", mas será mesmo possível chegar a alguma lugar se ninguém reconhecer os próprios méritos? Às vezes as mudanças pelas quais esperamos dependem unicamente do modo como encaramos a vida.

Na economia, vamos bem sim senhor! No social, ainda temos muito a melhorar. Nosso IDH, por exemplo, é ridículo. Não estamos nem perto de ocupar a posição que nos seria de direito. Mas a sociedade se mobiliza, o povo age. Mesmo que a classe política inverta a relação ética de responsabilidade entre o público e o privado, a nação brasileira não fica parada.

Essa não é uma visão maniqueísta. Não quero justificar as mazelas sociais com os avanços econômicos - mesmo porque me falta conhecimento para tanto. O que importa, neste caso, é mostrar que, apesar de tudo, de todas as dificuldades, nós não abaixamos a cabeça!
Somos mesmo orgulhosos, hein?

Marcadores:

Brasileiro com Orgulho

Por mais incrível que possa parecer para alguns - e olha que para este que vos fala não há nada de absurdo nessa afirmação -, eu me orgulho de ser brasileiro. Mesmo com os problemas, com as dificuldades, com os escândalos vividos, sobretudo no campo político, ainda tenho esse sentimento reconfortante que me dá a certeza de ter nascido no melhor país do mundo.

E não há nada de ufanista nesse posicionamento. Tampouco ele advém de uma sensação meramente relacionada a algum triunfo esportivo nacional. Em sua essência, acredito que esse orgulho se origina da esperança e da vontade de fazer melhor. Esperança de que todos os problemas que ainda enfrentamos têm sim solução - uma solução que talvez não seja fácil de se encontrar, mas que nada tem de inatingível. E vontade de fazer melhor, de tomar parte desta evolução, de dar as mãos e ajudar neste crescimento - mesmo que seja fazendo uma pequena parte, olhando para um desconhecido na rua e dando bom dia, ou não gritando com qualquer pessoa no momento em que sentir a necessidade insuportável de ralhar; não importa de que jeito, o importante é querer fazer melhor.

Por isso não vejo com bons olhos - nem escuto com bons ouvidos - afirmações de pessoas que dizem que "aqui não dá mais pra viver. O Brasil é um lixo! Assim que tiver uma oportunidade, vou pra Europa construir minha vida". Sou politicamente correto - bah! -, por isso respeito esse tipo de pensamento, apesar de discordar completamente. Tudo bem que a vida lá fora seja repleta de atrativos - só não digo mais fácil porque acredito que "fácil" não seja um adjetivo apropriado à vida de qualquer pessoa, seja lá onde ela viva -, mas um total desligamento de suas raízes, que crie esse tipo de ressentimento e antipatia e provoque a prosaica vontade de ir viver em um lugar onde a vida pareça mais atrativa simplesmente por não gostar do jeito que as coisas estão, não me passa outra certeza a não ser a de um profundo derrotismo fagocitado. Uma pessoa sem base não se sustenta vida afora. Resta, nesses casos, a impressão de que a comodidade de baixar a cabeça, aceitar a situação e fugir é muito mais forte do que a vontade de lutar por um futuro melhor e ajudar a construir uma nação digna de seu povo.

Não escondo ser um daqueles que querem sair, conhecer outras terras, trabalhar arduamente em outro território. Mas não com a intenção de transmutar minha vida. Não ao ponto de renegar minhas origens.

Quero sair sim. Mas para um dia - logo, logo - ter o imenso prazer de voltar.

Marcadores:

LOST Mobisodes - Missing Parts #3

O terceiro capítulo da série mantém o clima de mistério e duplo sentido. Agora, o episódio mostra um diálogo empreendido entre Jack e Ben, enquanto eles disputam uma partida de xadrez. Pelo que se pode perceber, Jack estaria se preparando para deixar a Ilha no submarino que Locke explodiu - ah! se ele soubesse!

CURIOSIDADE:

* Este episódio lança uma pequena luz (um fragmento, na verdade.. hehe) para todos que ficaram meio perdidos com o final da terceira temporada (quando Jack e Kate aparecem, no que deu a entender, fora da Ilha - ele se culpando por ter saído, desesperado para voltar), achando que muitas pontas tinham ficado soltas. Talvez esteja aí o primeiro de muitos nós que ainda deverão ser amarrados...

Acompanhe o vídeo.
Mas seja rápido! Porque daqui a pouco a Disney descobre que o publicamos aqui e seremos obrigados a retirá-lo por culpa do "direito de exibição" (como aconteceu com os 2 primeiros episódios publicados no Verb).



TRADUÇÃO:

Ben - Então, isso deve ser estranho para você.

Jack - Não mesmo. Foi por um tempo, mas meu pai me ensinou a jogar quando eu era criança.

Ben - Na verdade eu me referia a você estar aqui entre nós.

Jack - Eu consegui o que queria.

Ben - Faz muito tempo que eu não encontro alguém com o mínimo de capacidade para jogar xadrez. Não creio que há algo que eu possa fazer para te convencer a ficar conosco. Relaxe, Jack. Nós temos um acordo. Pretendo honrá-lo.

Jack - Pretende ou vai?

Ben - Não depende apenas de mim. Se a ilha não quiser que você saia, ela não deixará.

Jack - Por que? A ilha vai afundar o submarino?

Ben - Não, não. Eu prometo que não farei nada para te impedir de voltar para casa. Mas se você deixar esse local, pode chegar o dia em que você vai querer voltar.

Jack - Nunca.

Ben - Eu aprendi a nunca dizer "nunca". E se esse dia chegar, espero que você lembre desta conversa.
(Ben dá um xeque-mate [ou um castle, saindo no xeque de Jack] em Jack.)

Ben - Foi uma bela tentativa, no entanto.

Marcadores: ,

23.11.07

Humor para começar bem o fim de semana



Todas do Laerte.


Marcadores: ,

Tirinha do (começo do) dia

Eu realmente adoro essa profissão!!!


Por Raphael Salimena

Marcadores: ,

22.11.07

A culpa é do estagiário

E hoje estréia mais um espaço aqui no Verb.
É a série "A culpa é do estagiário", dedicada a tratar das piores campanhas, idéias, ações, notícias, fatos, eventos e afins já produzidas pela cabeça humana. Enfim, de tudo que só poderia mesmo ter saído da cabeça sem noção de algum estagiário.
Nesse espaço, é permitido deixar o politicamente correto de lado em prol da destruição completa das idéias mal elaboradas e "piormente" executadas.
Essa é uma forma de homenagear os trabalhos que, de tão ruins, ficaram engraçados. E é também uma esperança para todos aqueles que ainda procuram um lugar no mercado de trabalho, porque... veja bem... quem faz esse tipo de b**** (e a leva a sério) não pode durar muito tempo no emprego.

* * * * * * * * * * * *

Para começar, um dos vídeos da série que a grife Victoria´s Secret lançou no YouTube para promover a exibição de seu desfile anual na TV.



COMENTÁRIOS:

1 - Ficou comprovado que os americanos só pensam em uma coisa: guerra.

2 - Desde quando a "matadora" Heidi Klum atirando com seus seios-metralhadora é interessante?

3 - Eu posso não entender muito de moda, mas... depois desse vídeo vou continuar não entendendo.

4 - A intenção era mesmo promover o desfile? Ah, tá certo! Agora tudo faz sentido...

5 - Quantos zeros existiam no cachê que a modelo recebeu pra pagar esse mico?

6 - Quem foi que teve coragem de pedir a opinião do estagiário?

Quem tiver alguma respota, estou à disposição.

Marcadores:

Idéias de botequim

É recorrente no mundo (no Brasil, esse pensamento surgiu ali pelos anos 70, intensificando-se nos idos 80, quando aconteceu o boom - também chamado de "olivetização"; quem é da área que me entenda - da publicidade brasileira), aquela idéia glamourizada sobre quem é o Publicitário: um indivíduo, descolado, excêntrico, cheio de manias e que tem idéias a toda hora. Não raras são os causos de grandes campanha cujo conceito surgiu nos lugares mais inusitados, desde a mesa de bar até a mesa de operação.

Pois pensando nisso, a Euro RSCG Nova Iorque criou um bloco de notas de guardanapo, que encontra-se à venda no MoMa (Museum of Modern Art). Também foi criada um site, o napkinnotebook.com, no qual o internauta pode deixar seu recado com a utilização do mouse. Interessante, não?

Mas eu, um reconhecido alvo da glamourização comentada logo ali em cima (afinal, não é por acaso, muito menos por vocação extrema, que entrei para a carreira), me vejo no dever de fazer um alerta: crianças desse mundo, não acreditem nisso!!! Grande parte desse mito não é nada além disso: um mito! Porque, antes de vir assim do nada, a idéia perfeita, a grande sacada, passa muito mais tempo sendo maturada nos 99% de transpiração de que certa vez Einstein já havia falado.

Marcadores: ,

Ele vai voltar!... Que bom!!!!

A data de lançamento do 11º filme da série Sexta-Feira 13 já foi marcada. O filme irá estrear no dia 13 de fevereiro de 2009, evidentemente que será uma sexta-feira.

O longa será dirigido por Marcus Nispel, ele foi o responsável pela versão de 2003 do clássico O Massacre da Serra Elétrica. O roteiro ficou nas mãos de Damian Shannon e Mark Swift, a mesma dupla responsável por escrever Freddy vs. Jason.

A franquia Sexta-Feira 13 se tornou mundialmente famosa pelo seu vilão Jason Voorhees, um dos mais marcantes do gênero terror. Desta vez, Jason virou uma lenda em Crystal Lake, acampamento onde costuma ser o responsável pelos piores assassinatos da história do cinema. De acordo com o site CHUD.com, logo no início do filme, cinco crianças estão sentadas ao redor de uma fogueira quando uma delas começa a contar a história do imortal serial killer.
Fonte: Yahoo! Cinema


P.S.: Para responder a todos os leitores que me olham indignados pelo título deste post, venho a público dizer que sou sim um fã da série Sexta-Feira 13 e de Jason Voorhees! Não pela qualidade da produção oitentista dos filmes (ainda que, sem dúvida alguma, a tosquice dos filmes B dos anos 80 seja imbatível), tampouco pela originalidade do roteiro. Gosto - e sou fã - simplesmente porque gosto. Assim mesmo, sem mais desculpas nem razões. Vai entender...

Marcadores:

21.11.07

LOST Mobisodes - Missing Parts #2

Demorou, mas chegou.
O 2º episódio de LOST para os celulares, lançado dia 12/11.

Com o título "The Adventures of Hurley and Frogurt" (As Aventuras de Hurley e Frogurt), ele se passa enquanto Hurley faz os preparativos finais para o pique-nique com Libby. A situação é ligeiramente tensa, e põe o expansivo anti-herói e protagonista "gente boa" diante de um adversário: o até então desconhecido - mas quem sabe atuante e presente nesta nova temporada - Frogurt.
O ponto central da discussão é a taillie Libby, sobre quem Frogurt adverte Hurley para se apressar ou então deixar o campo livre para um "homem de verdade atuar" (a famosa intimação no bom e velho estilo "ou c*** ou sai da moita").

CURIOSIDADES:

* Talvez o ponto alto deste episódio seja justamente a saída de Hurley, quando afirma que "já está um passo além da lavanderia com Libby" e a cara de decepção de Frogurt. Oras, quem ele é, afinal, pra se meter com o nosso querido Fofão? Dá-lhe Hurley!

* Para quem se lembra, Frogurt apareceu brevemente no episódio "SOS", da 2ª temporada, como um dos sobreviventes dispostos a ajudar Bernard a escrever um pedido de socorro gigante na areia da praia.

* Seria este o gancho para introduzir Frogurt no grupo dos personagens/sobreviventes principais nesta 4ª temporada?



LEGENDA
Frogurt: Oi, Hurley.

Hurley: Frogurt.

Frogurt: É Neil.

Hurley: Neil.

Frogurt: O que você está fazendo na barraca de Rose e Bernard, Hurley?

Hurley: Nada.

Frogurt: Nada, hein?
(Frogurt se abaixa e pega uma garrafa de vinho Dharma que parece ter caído da mochila de Hurley)

Frogurt: Parece que você pegou um Dharma Cabernet.

Hurley: Eles disseram que eu poderia pegar emprestado.

Frogurt: Sem preocupações, mano. Não estou aqui para pegar no seu pé. Se quiser roubar de Bernie, roube de Bernie. Só tenho uma pergunta para você: o que está havendo entre você e Libby?

Hurley: O que você está querendo dizer?

Frogurt: Bem, você vai tomar uma atitude em relação a ela ou não?

Hurley: Isso não te interessa, cara.

Frogurt: Olha, Tubby, você está "empatando" a fila. Nós sabemos que você não vai chegar a lugar nenhum com ela, então por que você não sai do caminho e deixa um homem de verdade fazer isso?

Hurley: Mesmo?

Frogurt: Mesmo.

Hurley: Bem, só que acontece que já está rolando algo entre nós. Iremos fazer um pique-nique.

Frogurt: Você tem um encontro com ela?

Hurley: Sim. Eu levo o vinho, ela leva os cobertores.

Frogurt: Planejou bem, Hurley. Muito bem. Só que não acabou. Se você não "chegar aos finalmente" com Libby, será a vez de Neil - agora e para sempre.
(Neil sai caminhando, Hurley sorri e segue andando)

Marcadores: ,

Criação

Para todos os bravos companheiros que dividem as árduas tarefas deste nobre setor dentro de uma agência de publicidade...

De Raphael Salimena

Marcadores: ,

Música natural

Questão de prova: o que é o objeto da figura ao lado?
Quem respondeu "um vegetal", apesar de não estar errado, deu uma resposta incompleta.
Mas será que algum louco por aí teve coragem de responder "um instrumento musical"?
Pois se sim, esse louco TAMBÉM acertou!

Pelo menos isso é o que faz crer o trabalho da Vienna Vegetable Orchestra, um conjunto de 11 músicos que faz seu som a partir de instrumentos "colhidos" nas feiras. O repertório do grupo é variado, indo desde música clássica até jazz e música eletrônica. O grupo tem shows marcados na Inglaterra, na França e até no Japão. Recentemente eles lançaram o novo CD: Automate (numa clara referência ao nobre ingrediente do molho vermelho).

Acredito que esse deve ser - se o não o mais - um dos shows musicais mais baratos de toda a história, porque, além de comprarem os instrumentos literalmente a preço de banana, no backstage, depois de cada apresentação, ninguém precisa gastar dinheiro com coquetéis. Basta comer a flauta, o bongô, o tambor...

Marcadores: , ,

20.11.07

Para começar bem a semana

Por Raphael Salimena, na Linha do Trem.

Marcadores: , ,

16.11.07

Baptistão Caricaturas

Se tem alguém que eu invejo, são os ilustradores. Tenho certeza absoluta que esse sentimento advém da profunda admiração que nutro por estes profissionais que conseguem juntar traços e cores, apresentando-nos obras primorosas. Quando se adicionam ao trabalho toques de humor (como no caso do trabalho de cartunistas, caricaturistas e chargistas, por exemplo), aí então a inveja passa a ser qualquer outra coisa que já nem sei denominar. Quanto mais mensurar.

Numa tarde em que navegava pela internet (quem tem lido o Verb nos últimos dias pode até pensar, devido ao recorrente uso de frases do tipo "enquanto viajava na internet", que voltei a ser um desocupado. O que não é verdade, visto que tenho trabalhado muito nestes últimos tempos. O que acontece é que, como para tudo na vida, há momentos em que é preciso parar para refrescar a mente, ainda mais quando somos constantemente obrigados a usar a criatividade), encontrei meio que por acaso o blog do Baptistão.

Logo de cara, a qualidade do trabalho dele me chamou atenção. Tanto que, na primeira tacada, vi o blog inteiro, de cabo a rabo (ok. Confesso que nesse dia o trabalho estava meio devagar, sem muito a ser feito). Os desenhos são de altíssima qualidade! Reconheço que algumas das imagens me pareceram bem familiares no começo, e que só depois de algum tempo vasculhando o blog entendi o porquê: Baptistão trabalha para o jornal O Estado de São Paulo, e não raramente faz ilustrações para revistas como Veja e Caros Amigos. Até mesmo as capas dos dois livros sobre a série Chaves que eu devorei com tanto afinco levam a assinatura dele.

De qualquer forma, desatenções à parte, fica aqui uma mostra do trabalho. Para quem quiser, vale a pena dar uma olhada (de cabo a rabo - como alguém que eu conheço fez) no blog.

Fica a dica!







Marcadores: ,

14.11.07

Inspiração para o feriado

E, como amanhã é feriado, fica aqui uma dica pra todo mundo que quiser relaxar e entrar com toda energia nesse (pra alguns) feriadão prolongado.

Marcadores: ,

Aula chata nunca mais!

Livescribe: essa é a caneta que, segundo reza a lenda, grava tudo o que é dito (em aulas, reuniões ou em qualquer situação semelhante). Pra sorte do moleque...

Cá entre nós: as aulas da faculdade seriam bem melhores se fossem desse jeito, não? E poderia até haver uma caneta dessas.


Palavras da Tatuagem: "Ei! Psssst! Acorde, gênio! Nada aqui vai te ajudar a passar na prova final!"

Marcadores: ,

É adequado?

Anúncio dos cursos de Pós-Graduação do Centro Universitário Celso Lisboa, criado pela Flixx do Rio de Janeiro. Enquanto a direção de arte dá mostras daquilo que é realmente um trabalho bem executado, a concepção da peça como um todo (ainda que seja difícil falar sobre idéias, porque a antítese bom/ruim, além de ser guiada muito mais pelo gosto pessoal do intérprete do que por fatores exteriores, é totalmente subjetiva) parece deixar muitas pontas soltas. A idéia materializada desta forma deixa margem para segundas interpretações ("ah, então quer dizer que se eu não tiver pós eu não sou nada", "mas o que é pré é bom, porque vem antes", "a antecipação é sinônimo de prevenção").

Engraçado é notar que, para uma outra ação desta campanha, quando a agência levou um indivíduo vestido tal qual o Neandrethal do anúncio para circular nas faculdades da região, o mote casou perfeitamente com a execução da idéia.

A adequação é um terreno íngrime sobre o qual temos que nos equilibrar com cuidado.

Marcadores: , ,

Se essa idéia fosse minha... */*

Hoje nós estreamos uma nova série aqui no Verb: a sessão "Se essa idéia fosse minha...". Nela, será exteriorizada toda a admiração - tá certo... é pura inveja mesmo! - que sentimos pelos criativos de todas as agências que levaram a cabo uma idéia genial, aquela idéia supimpa que nos deixa com raiva simplesmente por não ter surgido primeiro na nossa cabeça.

Pra começar, um comercial da operadora de telefonia celular francesa Bouygues.

Só um comentário antes de falar da peça: é por isso que eu gosto dessa profissão! Porque, por mais que a gente nunca se sinta - quem sabe nunca seja de fato - tão criativo como os caras que fazem uma coisa desse tipo, sempre podemos nos orgulhar por alguém ter executado uma idéia assim. E isso nos dá esperança! Assim continuamos nossa batalha cotidiana, esperando - como John Nash fez - aquela idéia única, genial e original que um dia nos fará ter orgulho de pensar "Sim! Eu sou um desses caras!".

Então, voltando ao comercial: a idéia é tão simple, mas tão simples, que de tão prosaica ficou genial! Para anunciar o pacote de ligações grátis sem limites, deram vida a todos os números da agenda do telefone de um tal de Mathieu. Ou seja: reunidos num mesmo lugar estão todos os "contatos" do jovem. Ali vemos o dentista, o "pai-escritório", o "pai-casa", os 2 números do restaurante, os cujos nomes começam com "Z" e que tinham medo de ser os únicos por ali e até mesmo aquele número comum a todo telefone celular que, no final das contas, aparece na lista mas ninguém sabe na realidade de quem é.

Essa é a simplicidade que torna as coisas geniais!

Marcadores:

9.11.07

Diretor de Criação de Elite - 1, 2 e 3

Para os publicitários, aproveitando o boom do filme "Tropa de Elite".
Excelente!
Alguém se reconhece nessa situação?
-rs-

PARTE 1


PARTE 2


PARTE 3

Marcadores: , ,

8.11.07

Para americano ver

É feio falar que "Fulano isso, Fulano aquilo". Mas às vezes algumas atitudes nos obrigam a sustentar esse tipo de comentário.

Pois bem, os americanos são tidos em determinados momentos como radicais e conservadores. Obviamente essa opinião não deve generalizar todo o país. Locais como a babilônica Nova York, a turística Miami e a boêmia Nova Orleans fogem desse rótulo, não só por seu tamanho, mas também pelo estilo de seus habitantes. Ainda assim, existem outras regiões (geralmente as cidades do sul do país) que sustentam sim (e com muito afinco) a bandeira do conservadorismo (confundido, é verdade, com um falso puritanismo que geralmente parece forçado demais). Mesmo cidades grande, como Dallas, uma das mais famosas do estado do Texas, podem, em determinados momentos, assumir um tom conservador que beira o ridículo.

Como nesta ação impetrada pela organização Hip Hop Government e apoiada pelo prefeito da cidade. A campanha tenta... desestimular o uso das famosas "baggy pants" - aquelas calças largas que deixam as cuecas à mostra. Foram espalhadas dezenas de outdoors (como os que você vê logo acima e no final deste post) pelas ruas da cidade.

É bom saber que por lá eles já atingiram um nível tão alto de desenvolvimento social que não resta nada mais importante para o governo se preocupar do que com a moda e o gosto do vestuário de seus habitantes...

Marcadores: ,

7.11.07

Playstation 3

Podem até me chamar de criança, mas video-game é muito bom!
Afinal de contas, sejamos realistas: quem não tem vontade de jogar depois de ver um comercial tão bem produzido como este do Playstation 3?

Marcadores: ,

Para deixar os fãs com água na boca - LOST Mobisodes - Missing Parts #1

Em tempos nos quais a tecnologia é protagonista de quase todos os assuntos, é admirável a interatividade "intermeios" que a série Lost proporciona. Desde o início, os produtores (ao menos acredito ser deles o mérito) utilizaram não só a TV para entreter e saciar a curiosidade dos aficcionados da série. Durante o gap (intervalo) entre a segunda e a terceira temporada, foram lançados sites fictícios contando histórias sobre a empresa Oceanic Air e até mesmo sobre a atuação da Dharma Initiative.

Agora, o assunto da moda são os "mobisódios": episódios para serem assistidos no celular (junção dos termos em inglês mobile e episode = mobisode). Para os fãs incondicionais como eu, essa nova iniciativa serve como alento que torna um pouco mais fácil a árdua tarefa de agüentar até Fevereiro de 2008 para continuar a ver a saga dos sobreviventes na TV.

Esses episódios são curtos, geralmente em torno de 3 minutos, e contam histórias pregressas dos personagens. O primeiro deles, que você vê abaixo, se passa horas antes do casamento de Jack e Sarah. Parados em frente ao hotel, Jack recebe de seu pai um relógio que este havia recebido do avô do jovem médico no dia de seu casamento. Não por nada este episódio se chama "Watch".

(Como a captação foi feita direto de um celular, as imagens são em baixa qualidade e sem legendas. Logo abaixo do vídeo você encontra a tradução do diálogo.)

Christian: O que você está fazendo, garoto?

[A câmera se move, e vemos que eles estão em frente ao hotel em que Jack casou]

Jack: Só tacando pedras.

Christian: Boa! É bom ficar jogando pedrinhas antes de se casar.

Jack: Ou faço isso, ou fico lá dentro com Sarah e o produtor do casamento tentando achar o lugar certo para os arranjos de flores.

Christian: Sábia decisão. Escuta, antes de hoje à noite e das coisas ficarem muito agitadas, queria te dar uma coisa que foi do meu pai e que acho que vai servir em você.

[Christian abre um lenço branco e, de dentro dele, tira um relógio de pulso]

Jack: Nunca vi você usando esse relógio.

Christian: É porque eu nunca o usei. Olha, seu avô não gostava da sua mãe. Ele achava que era um erro eu casar com ela. Ele me disse, na minha cara, que no dia em que eu casasse, ele me daria esse relógio. Então, nunca o usei.

Jack: Você está tentando me dizer algo?

Christian: Você fez a escolha perfeita.

[Jack põe o relógio]

Jack: Acho que isso realmente está acontecendo, é?

Christian: Assim que as flores estiverem no lugar... e que acabarem suas pedras.[pausa]

Christian: Me faz um favor? Se você e Sarah um dia tiverem um filho, trate-o melhor do que eu te tratei.

Jack: Sem pressões, ok?

Christian: Te vejo lá dentro, garoto.

*Valeu pela dica, Tathy!!!

Marcadores: ,

6.11.07

3 X 3

Então, mais uma árdua tarefa.
Com a quantidade de sites que temos à nossa disposição, é difícil selecionar apenas 3 bons e 3 ruins. Certamente essa listagem não termina por aí. Ela vai muito mais além.
Acontece que os sites abaixo estavam no lugar certo, na hora exata.
Sorte (ou azar) deles!

3 PÉROLAS


Começando pelo que é mais agradável aos olhos:


Metropolis Media
Site de uma agência de marketing promocional polonesa (que vez ou outra também ataca de agência de publicidade - na sua definição clássica). O site tem design inovador, que enche os olhos. Por seu caráter retrô, tem ares de obra de arte, o que serve como chamariz para os navegantes.

Neostream
Um site clean e muito bem organizado, que tem na interatividade e na animação gráfica seus maiores atrativos.

Mercatto Comunicação
Para não fugir de nosso universo, o site de uma agência de publicidade brasileira. O interessante neste caso não é só o site, mas todo o contexto. Desde o posicionamento da agência (já na escolha de seu nome) até a criação do website, todos os mínimos detalhes se encaixam. Esse é um exemplo perfeito de adequação. Falando mais especificamente do site, a arte, a fácil navegabilidade e a velocidade dos acessos em cada um dos campos são fatores que tornam esse "mercado" extremamente convidativo.



3 LIXOS

(essa parte vai ser boa... Apesar de, como já comentado aqui, sabermos que isso pode causar problemas de saúde em algumas pessoas, não há como negar que essa "caça" pelos piores sites da net trouxe resultados, no mínimo, engraçados...)


"Quero ser Peter Pan"
Você já deve ter ouvido essa frase de alguém. Se vinda de uma criança, tudo bem. Do Michael Jackson, vá lá, é compreensível. Mas e o que dizer se, num belo dia, descobrirmos que outras pessoas (no caso, indivíduos de seus 30 anos), decidem ser Peter Pan? E o pior! Tiram fotos vestidos num collant verde, montam um site e publicam sua história na net? É ou não o sinal do fim dos tempos???? (Só pra constar: onde está a diagramação do site? O que são blocos de texto, imagens, animação, frases soltas e demais elementos misturados e sem a menor organização soltos pelo espaço?)
Simplesmente horrível no visual. O conteúdo até nos provoca algumas risadas...

Mr. Beef - O Assassino
Um design feio destrói uma boa idéia, não é? Porque seria mesmo interessante ver a história - em forma de animação - de vida de um bife maníaco-depressivo com tendência suicida. Ainda mais quando se descobre que o bife pode se converter em um serial killer de máxima periculosidade. O site até seria levemente aceitável, não fosse o fundo texturizado que embaralha "as vista" e a disposição justificada dos elementos textuais e visuais. Se tivessem investido um décimo da criatividade presente na história de Mr. Beef na construção visual do site, o resultado teria sido completamente diferente.

Plástica dos Famosos
Mais um dos inúmeros casos de "site-com-template-pronta-que-exagera-na-hora-de-postar-conteúdo-e-passa-a-jogar-tudo-de-qualquer-jeito". O simples fato de descer a barra de rolagem deste site pode provocar sérias complicações de saúde. E o que dá mais dó é saber que, futilidade por futilidade, o conteúdo do site (as comparações, demonstrações e resultados mais bizarros da constante luta das celebridades pela juventude eterna) até consegue ser divertido.


+ BÔNUS

DolceNera
Só para não terminar o post falando de coisas ruins (mesmo que, convenhamos, se não fossem os layouts desses sites, eles teriam tudo para ser considerados pérolas!), fica aqui mais uma sugestão de site interessante e visualmente bonito. É o site da cantora/musicista italiana DolceNera. Confesso que foi uma feliz descoberta ao acaso. Para quem quiser conferir, o YouTube tem.

Não é brincadeira...

Rá! Enquanto viajava pela internet em busca de sites para responder a mais uma tarefa de aula, encontrei uma notícia interessante (para não dizer alarmante) no blog Esclerose Múltipla:

" Um centro de pesquisa americano identificou uma nova doença causada por sites mal diagramados.

De acordo com o estudo, os sintomas do distúrbio psicológico incluem taquicardia, suor e cliques furiosos no mouse. Em casos extremos, a pessoa afetada grita com o próprio monitor.
Acha que é brincadeira? O centro que diagnosticou o distúrbio garante que não. Chamada de ‘Mouse Range’, a síndrome foi descoberta através de uma pesquisa com 2.500 internautas que acessaram tanto sites em perfeitas condições, como aqueles com problemas na conexão e usabilidade. No segundo caso, quase todos os participantes demonstraram ansiedade e estresse.

Fonte: Boletim de Notícias Clube do Hardware - edição n. 611 (22/12/2006)"


Eu só fico triste por saber que, com a quantidade de sites horríveis que existem por aí, deve ser gigantesco o número de pessoas que passam mal depois de uma corriqueira "viagem virtual"...

Marcadores:

1.11.07

Googleniana Halloween

Em comemoração ao Dia das Bruxas, o Google - na modesta opinião deste observador - inovou: ao invés dos badalados desenhos, a temática do Dia das Bruxas foi trabalhada construindo-se todo um cenário, dentro do qual o símbolo do portal se tornou protagonista da ação. Vale a pena a ressalva!!!

E, para não perder o costume, o Google vestiu seu caçula, o Youtube, com a mesma roupagem de Halloween. A família esteve completa na festa!

(Para não incorrer em injustiças, vale lembrar que o Yahoo também se enfeitou para a data. Mas infelizmente não conseguimos captar nenhuma imagem para enriquecer este post.)




Marcadores:

View Guestbook Sign Guestbook WWF-Brasil. Cuidando do ambiente onde o bicho vive. O bicho-homem.